Últimas

SEM LICITAÇÃO: Márcia Lucena pagou mais de 16 mil reais no letreiro da Praça do Mar em Jacumã

Letreiro custou 16.450,00 reais.

Quem apreciou o letreiro implantado na Praça do Mar em Jacumã não imagina seu real custo ao erário público. A peça que de tão frágil sofreu danos já na primeira semana foi encomendada em 1 de novembro último e instalada “a toque de caixa”.

Locais afirmam que o propósito do letreiro e da pressa seria suplantar monumento idêntico feito por um empresário na entrada de Jacumã que havia ganhado muita atenção e muitos ‘clicks’.


LEIA TAMBÉM EM O ESTADO PB:

Na pressa, a gestão Márcia Lucena (PSB) abriu mão de fazer licitação, recurso mais importante para aquisições públicas. Nela concorrentes com preço inferior e com material mais apropriado que o contratado, apresentariam propostas.

A prefeita foi direto ao empreiteiro Caio de Medeiros Freire, proprietário da Cm3, e fechou negócio ao custo de R$ 16.450,00, dando a ele 20 dias para fabricar e instalar o letreiro.



A 7ª cláusula do contrato evidencia a urgência da prefeita, que em quase 3 anos de mandato não havia atentado para tal possibilidade. Nela Márcia determina que o monumento seja entregue “até o final do exercício financeiro de 2019”, caso contrário o contrato se extinguiria automaticamente.

Resultado: o monumento caro, que foi feito às pressas, demanda reparos em pouco mais de um mês de exposição.

Trecho destacado indica o valor do contrato

Da Redação, com Eudes Santiago

Nenhum comentário