Notícias

Em Conde, cristã é atacada por divulgar evento religioso em grupo ligado a gestão




Há apenas 15 dias do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa uma simples divulgação de um evento religioso em um grupo ligado a gestão de Conde ensejou um lamentável ataque a fé cristã.

“Venha adorar a Deus conosco”, dizia o anúncio se referindo a um evento de mulheres cristãs. Ele foi veiculado no grupo de WhatsApp “Região 4 do ODM” [Orçamento Democrático do município de Conde]. Um participante saiu imediatamente e um segundo participante decidiu atacar a responsável pelo post e ao evangelho.

(Os números telefônicos foram parcialmente cobertos em respeito ao Art. 153 do Código Penal)

“Seria bom estabelecer alguns critérios para adição de pessoas no grupo”, disse o participante sugerindo que não deveria se permitir a participação de evangélicos na discussão do Orçamento Democrático. “Com desconhecidos ou fundamentalistas evangélicos, a comunicação fica bastante limitada”. Sic.

O participante, que o usa telefone 83 **68 7035, prosseguiu com os insultos: “não acredito no ‘deus’ dos crentes... Sou ‘xangoseiro’”. Em seguida ele falou que já havia testemunhado invasão de ‘terreiros’ e agressões físicas, e verbais, ao povo de sua religião. “Há uma responsabilidade pessoal e direta dos chamados ‘crentes’”, acusou.

(Os números telefônicos foram parcialmente cobertos em respeito ao Art. 153 do Código Penal)

 “O DEUS DOS CRENTES FUNDAMENTALISTAS NÃO ME INTERESSA”, finalizou exaltado escrevendo em caixa alta. Com apenas uma exceção, católicos e evangélicos presentes no grupo não ousaram rebater os ataques.

Nenhuma providência foi tomada pelos administradores.
Administradores do grupo "Região 4 do ODM"
(Os números telefônicos foram parcialmente cobertos em respeito ao Art. 153 do Código Penal)


Da Redação



Nenhum comentário