Notícias

CPI DO LIXO: 4 vereadores não compareceram a sessão que instaurou CPI contra a prefeita de Conde


 Por Eudes Santiago 

O ESTADO PB denunciou com exclusividade a gravidade dos desvios apontados pelos auditores do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba [LEIA A MATÉRIA], porém o Pleno do TCE desprezou o conteúdo técnico produzido por seus auditores e aprovou as contas de 2017 da prefeita de Conde, Márcia Lucena (PSB).

Com os indícios coletados pelo GAECO e trazidos ao conhecimento da sociedade através da Operação Calvário, os vereadores de Conde decidiram instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a responsabilidade da prefeita.

LEIA TAMBÉM EM O ESTADO PB:

Em sessão extraordinária na manhã desta quinta (17) os seguintes vereadores aprovaram a CPI
Adriano Ferreira;
• Daniel Júnior;
• Josélio Jogador;
• Malba de Jacumã;
• Juscelino Araújo;
• Flávio Melo; e
• Carlos Manga Rosa, presidente da Câmara.

LEIA TAMBÉM EM O ESTADO PB:

Os vereadores da base de Márcia Lucena sequer foram à sessão, uma vez que a derrota já era vislumbrada pela gestoras e pelos seus asseclas. Não estiveram presentes:
• Irmão Kaká;
• Luzimar;
• Pinta Gurugí; e
• Naldo Cell.


Suas ausências, porém, não interferiu no estabelecimento do quórum.

Há inúmeras denúncias de desvios na gestão Márcia, mas a CPI aprovada se dará em torno dos contratos com a LimpMax para coleta de lixo na cidade. Tais contratos já atingiram a marca dos 14 milhões de reais.

Nenhum comentário