Notícias

"Cultura no Conde não existe". denuncia Iza de Joãozinho da Lambada em live com Karla Pimentel

Karla Pimentel e Izaíra. Pré-candidatas a prefeita e a vereadora, respectivamente.

 Por Eudes Santiago 

Pedagoga e ex-diretora da rede municipal de ensino de Conde, Izaíra de Joãozinho da Lambada, trouxe a tona o dilema familiar pela derrubada da Lambada e explicou os motivos pelos quais pretende ser candidata a vereadora, durante uma live com a pré-candidata a prefeita Karla Pimentel (PROS).

Iza compartilhou com Karla e internautas que participavam da live os transtornos trazidos à sua família que atingiram seriamente a saúde de seu pai, Joãozinho da Lambada, e aos quase 80 funcionários que sobreviviam das atividades do clube.


LEIA TAMBÉM EM O ESTADO PB:

Karla e Izaíra pontuaram que o objetivo da atual gestora é destruir a cultura local. “A Lambada era um ponto de encontro cultural. As festas culturais de Jacumã eram feitas lá sem que fosse cobrado pelos eventos”, defendeu Iza. 

“O que eles fizeram tirando nossa cultura, seja aqui em Jacumã, seja no Gurugí, onde eles tentaram tirar festa de São Sebastião, a festa que a gente tinha de São João no Conde, as festas da Pousada [do Conde]... Fizeram porque é muito mais fácil você derrubar uma comunidade, uma sociedade, quando tira sua raiz. A raiz de uma sociedade é a cultura”, ponderou Karla.


Os internautas endossaram as denúncias das pré-candidatas. “Desenvolvimento não é destruir tradição”, defendeu a ex-gestora do Bolsa Família, Fátima Andrade. Outra internauta atentou para o aspecto econômico das ações da atual gestão. Vânia Gomes observou que “todos os comerciantes foram prejudicados, até hoje passam necessidades. Não fizeram um projeto pensando nos comerciantes.”

“Cultura no Conde não existe”, disse Iza em referência à condução das políticas voltadas a cultura da gestão atual. “Vamos vencer e voltar nossas culturas”, completou a pedagoga.

Acusando a atual prefeita de tentar destruir as raízes culturais locais Karla pontuou: “Não irá apagar a cultura do nosso povo.”


Nenhum comentário