Notícias

Falta de medicação obriga Hospital Laureano a interromper quimioterapias

 

O Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa, suspendeu algumas quimioterapias devido a falta de medicação. De acordo com o diretor administrativo e financeiro da unidade de saúde, Rafael Rabelo, algumas quimioterapias foram atrasadas por conta da dificuldade de adquirir medicamentos por falta de repasse do SUS e de algumas prefeituras.

Ainda conforme a diretoria, os repasses financeiros já foram regularizados e a previsão é que as quimioterapias que estão suspensas voltem a ser realizadas na próxima semana.


Para resolver parte do problema, o hospital está comprando as quimioterapias para a realização dos atendimentos gerais. As que foram suspensas apresentam custo mais elevado e precisavam aguardar a regularização financeira.

O Hospital Napoleão Laureano atende mais de 70% dos casos de câncer do estado da Paraíba. Ele possui 144 leitos e é um centro de alta complexidade em oncologia. Ele também é o único que atende a oncologia pediatra e recebe a maior parte dos casos de patologias.

G1

Nenhum comentário