Notícias

"A iniciativa é nobre, tem meu apoio", diz Daniel Jr sobre o auxilio emergencial municipal enviado para aprovação da Câmara de Conde

  

 Por Eudes Santiago 

Karla Pimentel (PROS), prefeita da cidade litorânea de Conde, enviou um projeto à Câmara Municipal alterando a Lei nº 1.029/2019 para criar o Programa Renda Emergencial Temporária que, se aprovado, permitirá que a Prefeitura conceda um auxílio financeiro emergencial a famílias de trabalhadores informais e autônomos.

O auxílio terá 2 parcelas, mas poderá ser estendido enquanto durar a Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN). Estão aptos a receber os trabalhadores ambulantes que residam no município de Conde; que tenha renda mensal de até meio salário mínimo por integrante da família; e que sejam cadastrados no CadÚnico e nas secretarias de Trabalho e Ação Social, e na de Turismo.





O projeto será apreciado pelos vereadores de Conde às 10h da manhã desta sexta-feira (19), em uma Sessão Extraordinária convocada na última quarta. Daniel Júnior (Cidadania), vereador que está no segundo mandato, antecipou seu posicionamento à Redação de O ESTADO PB.

"A iniciativa é nobre, tem meu apoio", afirmou o parlamentar. "Somente a administração pública pode intervir no particular em detrimento do bem comum. A prefeita Karla foi além, fez sua parte pelo bem comum, mas também tomou uma atitude humana de estender a mão ao trabalhador que foi diretamente penalizado pelas proibições das medidas de combate ao Coronavírus", completou Júnior.

Também serão votadas nesta sexta as autorizações para que o Conde participe dos consórcios intermunicipais para a compra de vacina contra a Covisd19, e para integração da região Metropolitana da capital.


Nenhum comentário