Notícias

Bombeiros civis passam a integrar os grupos prioritários para a imunização contra a Covid-19


 Por Eudes Santiago 

Uma boa notícia para os Bombeiros Civis que estão ansiosos pela vacinação por arriscar suas vidas todos os dias porque sua atividade exige, em muitas ocasiões, o contato físico com pessoas que estão recebendo os primeiros socorros e podem estar contaminadas com a Covid-19.

O risco é grande, assim como o receio dos pais e mães de família que trabalham sob estas circunstâncias podendo se contaminar enquanto salvam vidas.

Felizmente a categoria foi reconhecida pelo Ministério da Saúde, que em Informe Técnico fala dos procedimentos a serem adotados, dá orientações, classifica os grupos de risco que são prioritários para receberem a vacina quando disponíveis e coloca os Bombeiros Civis entre os grupos prioritários para a imunização.


O presidente do Sindicato das Empresas Especializadas em Bombeiro Civil do Estado da Paraíba (SEPEBC-PB), Alysson Alexandre, comemorou a publicação: "O Ministério da Saúde faz justiça aos Bombeiros Civis. Diariamente somos expostos ao risco de contaminação para salvar vidas, esta decisão é um reconhecimento ao serviço que prestamos à sociedade", afirmou.

A Lei 14.023/20, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em 08 de julho de 2020, já reconhecia brigadistas e bombeiros civis e militares como profissionais essenciais ao controle de doenças e à manutenção da ordem pública. A manifestação do Ministério dá a categoria sua devida importância.

Um comentário:

  1. a sempre uma luta a ser vencida e quando vem o reconhecimento confirma a grande importância de cada profissional nesta lei...(PARABÉNS BOMBEIROS CIVIL DO BRASIL)...neste período que estamos vivenciando obrigado por nos informar e trazer este tema a realidade

    ResponderExcluir