Notícias

PEDRAS DE FOGO: Ministério Público apura 'farra' de doações ilegais de terrenos públicos na gestão Dedé Romão

 

A Prefeitura de Pedras de Fogo foi chamada a dar explicações ao Promotor Marinho Mendes, sobre dezenas de doações ilegais de terrenos em áreas verdes e outras destinadas a equipamentos comunitários em loteamentos da cidade, pela gestão passada.

As doações, sem nenhuma autorização legislativa e feitas com o objetivo de atender afilhados de vereadores e na conquista de votos, não tem qualquer amparo legal e deverão ser desfeitas pela Justiça, cabendo à atual gestão apenas cumprir as determinações legais, com as devidas reintegrações de posse.

O vereador Gel Bulhões é um dos que se utilizaram desse expediente escuso para beneficiar apadrinhados políticos. No Loteamento São Miguel, há lotes que foram doados por ele, sem nenhuma autoridade para isso. Há, inclusive, a suspeita de que o vereador teria utilizado pessoas como ‘laranjas’ para receberem os lotes, mas ele próprio seria o beneficiado.



O ex-diretor do DMUTRAN Flávio Monteiro, também se beneficiou indevidamente dessas doações e construiu vistoso imóvel num dos lotes, inclusive invadindo a via pública e ocupando área de nascente, o que caracteriza crime ambiental.
Promotor vai acionar os responsáveis

Tudo indica que, aqueles que tiraram proveito dos terrenos públicos e construíram casas e comércios, terão grandes prejuízos e serão forçados a desocupar as áreas, por ordem da Justiça.

O setor jurídico da Prefeitura já enviou ao Ministério Público um Relatório completo dos terrenos doados e ocupados em áreas verdes e destinados à construção de equipamentos comunitários, em diversos loteamentos do município.

Jornal dos Municípios

Nenhum comentário