Notícias

LEI DO RECONHECIMENTO: Alhandra é a terceira cidade a aprovar lei que valoriza os profissionais envolvidos na produção jornalística institucional

  
Vereador Jeremias Santos 

Alhandra é a terceira cidade a aprovar a 'Lei do Reconhecimento'. O Projeto de Lei (PL) de iniciativa da Associação de Imprensa do Litoral Sul da Paraíba (Assim) foi levado à Câmara Municipal da cidade pelo vereador Dr. Jeremias Santos.

A lei busca o reconhecimento dos profissionais envolvidos na produção das publicações jornalísticas e vídeos institucionais do Poder Público municipal das 5 cidades do Litoral Sul, foi aprovado nas Câmaras de Caaporã e Conde.

O PL estabelece a obrigatoriedade da identificação dos profissionais envolvidos na produção de publicações de matérias jornalísticas, reportagens, notícias ou qualquer texto de natureza informativa e vídeos institucionais veiculados em canais oficiais das esferas do poder público municipal e da administração pública municipal direta e indireta.


- Estamos cumprindo a missão de buscar crescimento profissional para nossos associados e imprensa regional - ressaltou o presidente da Assim, o jornalista Eudes Santiago - este Projeto de Lei, abraçado pelas 5 casas legislativas do Litoral Sul, é o primeiro grande passo nesse sentido - finalizou.

Além das Câmaras de Caaporã, Conde e Alhandra, a apresentação da citada lei também está avançando nas outras 2 cidades. Em Pedras de Fogo será apresentada na quarta feira (02) pelo vereador Picaco de Pascoal. A previsão é que também seja apresentada em Pitimbú na quinta (03) pelo presidente da Câmara, o vereador Fernando de Andreza, que já submeteu o PL a uma prévia avaliação do procurador da Casa.
 
Vereadores responsáveis pela apresentação do PL em cada município

Em Caaporã, primeira cidade a aprovar a Lei, o Projeto foi apresentado pelo presidente, vereador Filipe Chaves. Na cidade de Conde foi o vereador Daniel Júnior quem apresentou o Projeto que teve a aprovação dos demais pares na tarde desta segunda (24).

Em Caaporã, Conde e Alhandra, a 'Lei do Reconhecimento' depende apenas da sanção dos prefeitos Kiko Monteiro, Karla Pimentel e Marcelo Rodrigues para ser posta em prática.

Nenhum comentário